Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

A Lua é um grande queijo suspenso no céu - Claudio Parreira

Estamos em 2017(18!). As oficinas e manuais de escrita se multiplicam como coelhos que invadiram uma farmácia e se fartaram no estoque de Viagra. “Não comece falando do tempo!”, “Corte os advérbios!”, “Cuidado com os adjetivos!” Regras e mais regras, receitas para uma literatura com gosto de comida congelada. Então vem o Claudio Parreira e escreve este “A Lua é um grande queijo suspenso no céu” e vai de encontro a tudo isso em um livro que mistura o erudito e a galhofa, as frases sonoras e bem encaixadas entremeadas pelas marcações propositalmente enfadonhas. É literatura feita com o dedo do meio erguido para as convenções, uma rasteira nessa rabugice da literatura contemporânea. Claudio dança com os demônios do escritor em seu livro e faz tudo o que, em teoria, deveria ser evitado: fala do tempo, enche o romance de notas de rodapé, cria títulos maiores que o conteúdo dos capítulos e ainda ataca de primeira pessoa com um narrador que caçoa e subestima constantemente seu leitor. A Lua…

Últimas postagens

Com gosto de pólvora de vodka - Patrícia Torres

Entre o fantástico e o maravilhoso: Chame como quiser

Maresia, misericórdia - Gabriele Gomes

Quero ser Reginaldo Pujol Filho - Reginaldo Pujol Filho

Interrompidos - Alê Motta

O estoque - parte 2

Pretérito Imperfeito – Gustavo Araujo

O estoque

Extremamente alto, incrivelmente perto

Cão - Rui Xavier

Nunca pretendi concorrer com as sandálias havaianas - Jamil Snege

Meus livros