Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Com gosto de pólvora de vodka - Patrícia Torres

Uma recomendação: não leia este livro se você estiver sozinho em um canto da sala esperando alguém que vai demorar a chegar. Se você acabou de deixar sua mulher no aeroporto para uma viagem de negócios de aproximadamente uma semana, não leia. Se os papéis estão invertidos e é você quem está indo viajar, a recomendação é a mesma. Muitas pessoas leem em ônibus, mas se for este livro, evite. O metrô cheio também não é um bom lugar. 
O mérito do livro de Patrícia equivale ao seu perigo. Não se engane: ele vai mexer com você. Fisicamente. São textos escritos à flor da pele, com imagens que ultrapassam o limite do papel. É impossível escapar ileso. O título não mente: tem gosto de pólvora. 
“Quero deixar claro de uma vez por todas que faço questão das roupas bagunçadas pelo chão e das mãos deslizando pelo meu corpo tais quais meus pensamentos escorrendo aflitos pelo ralo do banheiro. (...) Quero todos os palavrões adocicados que sua boca suja puder soletrar pausadamente, provocando espasmos …

Últimas postagens

Entre o fantástico e o maravilhoso: Chame como quiser

Maresia, misericórdia - Gabriele Gomes

Quero ser Reginaldo Pujol Filho - Reginaldo Pujol Filho

Interrompidos - Alê Motta

O estoque - parte 2

Pretérito Imperfeito – Gustavo Araujo

O estoque

Extremamente alto, incrivelmente perto

Cão - Rui Xavier

Nunca pretendi concorrer com as sandálias havaianas - Jamil Snege

7 coisas que aprendi

Meus livros